12.11.2010

Alzheimer

Nunca me lembro do nome daquela pasta cor de mostarda que se põe muito nas... nas... salsichas. Ajudem-me.

3 comentários:

Anónimo disse...

tenho 37 anos e aqui há uns anos largos bons, ao não saber do comando da televisão, tive a brilhante ideia de lhe telefonar do telefone de casa para saber onde estava; ainda pegei no ausultador, e só quando reparei que não me lembrava do numero de telefone do comando é fiz umas contas rápidas de cabeça e decidi, também, que tinha começado a época do alzheimer

maradona

GAF disse...

uau, maradona, não estamos desavindos. e eu, quando trabalhava nos SAMS (bons tempos), sempre que havia avaria eléctrica, falha do sistema, etc e ficava horas sem trabalho, pensava sempre seriamente em aproveitar para passar uns manuscritos ao computador (ainda não havia portáteis autónomos).

Anónimo disse...

quando falta a luz aqui na terra é sempre assistir à quantidade de actos falhados que se seguem; abrir o computador, ligar luzes, planear fazer um bolo, ligar o fogão,tentar ouvir musica na aparelhagem (dado não haver televisao porque não há luz). e uma vez, estive uma tarde inteira em casa sem telefonar à minha mãe (numa situação relativamente utgente) porque não havia luz e, logo, na minha cabeça, o telefone não funcionava. enfim, não há-de ser nada.

maradona

contacto: